Especialidades Médicas

Psiquiatria

Ir ao Psiquiatria não pode mais motivo de medo ou pré conceito.
Psiquiatrias não são profissionais que só servem para prescrever remédios, sem um diagnóstico aprofundado. Essas crenças prejudicam a aceitação e o tratamento de pacientes que precisam desse acompanhamento médico.
Tratar e prevenir doenças do corpo são práticas comuns, importantes e necessárias, assim também devem ser tratadas e prevenidas as doenças da mente.

Psiquiatras tratam:
• Depressão
• Ansiedade
• Transtorno do pânico
• Transtorno obsessivo compulsivo (TOC)
• Transtorno bipolar
• Esquizofrenia e outros transtornos psicóticos
• Fobias
• Tabagismo
• Dependência e abuso de álcool, drogas e comportamentos
• Transtornos do sono

A psiquiatria compartilha conhecimentos com outras áreas médicas, como a neurologia, otorrinolaringologia e a própria medicina interna. Juntas, essas especialidades são responsáveis pelo manejo de doenças como as demências, transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) e muitos dos transtornos do sono.

É absolutamente normal e apropriado casos em que, médicos ou outros profissionais, da área de saúde encaminhem pacientes ao psiquiatra.
Sobre medicamentos psiquiátricos
Os medicamentos psiquiátricos, psicofármacos ou psicotrópicos são substâncias químicas que trabalham no sistema nervoso central interferindo nos processos mentais, ajustando a percepção, emoções e comportamentos dos pacientes. Assim, é possível melhorar os sintomas dos transtornos mentais, podendo eliminá-los ao longo do tratamento.

Para a retirada de alguns desses medicamentos poderá ser adotado o processo de “desmame” ou seja, é necessária uma diminuição gradual para que o paciente não tenha efeitos colaterais. Se for retirado de uma vez pode aparecer a fissura – que é a vontade incontrolável de ter os efeitos da medicação novamente.

No tratamento psiquiátrico é fundamental que o paciente siga rigorosamente as orientações do psiquiatra e seja assíduos às consultas de acompanhamento.